domingo, 7 de maio de 2017

O CONSUMO DE PÃO NA ARGENTINA - PANIFICAÇÃO



O CONSUMO DE PÃO NA ARGENTINA

 
"Não perca o pão na mesa" - provérbio das avós.

.  "Vamos garantir o pão na mesa da Argentina" 
- promessa política -

  A verdade é que o pão está sempre envolvido nas frases mais crioulas.
 
A Argentina consome a cada ano 1,1 quilos de pão, distante do que acontece em outros países. Dados do Kantar Worldpanel, percebe que o consumo no país é menor do que no Chile, onde cada habitante compra 1,8 kg de pão por ano, mas quase o dobro que o Peru, um país onde o indicador está em 0 6 kg.
 
Na Argentina, o pão não é tomado como merece. Daí a luta com o tradicional é tão desigual. De acordo com a Food argentina baseada na Federação Argentina de Bakers Industriais, cerca de 94% do pão consumido no país é produzido em ofícios tradicionais, enquanto apenas os restantes 6% é chamado de pão industrial.

  Na Espanha, por exemplo, este tipo de panificação representa pouco mais de 10% do total.
 
O pão branco é o preferencial pelos argentinos e representa cerca de 40% das vendas. Então variedades de fibra, entre os quais se destaca o farelo, seguido em importância.
 
Em termos de posicionamento estratégico e tendências no país, grandes indústrias panificados estão se concentrando no conteúdo funcional e produtos nutricionais.

 Por exemplo, começaram a incluir em suas linhas de pães ingredientes funcionais, tais como ácidos gordos ômega 3 , 6 e 9, bem como a rotulagem dos produtos que contêm 0% de gordura trans e 0% de colesterol. Pesquisa do trabalho de alimentos da Argentina, uma agência governamental que estuda a cadeia alimentar.

FIM 


 ESCREVA PARA:

padeirogaucho@yahoo.com.br 

VAMOS FAZER INCRÍVEIS PÃES?

O CONSUMO DE PÃO NA ARGENTINA - PANIFICAÇÃO 

Nenhum comentário: