segunda-feira, 27 de março de 2017

MOTIVOS PARA USARMOS O FERMENTO NATURAL (LEVAIN)







MOTIVOS PARA USARMOS UM FERMENTO NATURAL




O FN (Fermento Natural) muitas vezes tem um menor índice glicêmico que outros pães comuns. Ele não adiciona o açúcar no sangue de forma tão dramática. Isso, porque ele esgota amidos danificados dentro dele, simplesmente por sua natureza de fermentação.

O Pão de Fermento Natural, contém a bactéria Lactobacillus numa proporção maior do que a levedura que faz outros pães. Maior número de Lactobacillus significa maior produção do ácido láctico, significando  também  a menor potencialidade do perigoso ácido fítico. E o que isso nos trás? Uma maior disponibilidade mineral e maior digestão!

Com a fácil digestão, torna-se ainda possível a combinação de bactérias de levedura trabalhando para pre digerir os amidos dos grãos. Pre digestão do FN, menos digestão para você.

O preparo do FN  é mais vagaroso (imersão, lavagem, etc.). Quanto maior for a sua elaboração, maior será o desenvolvimento da proteína do glúten sendo dividido em aminoácidos. Mais uma vez, isso se traduz numa digestão facilitada e agradável, muitas vezes, até mesmo para aqueles que são sensíveis ao glúten.

O Ácido acético produzido pelo FN, inibe o crescimento de bolor no pão, preservando-o naturalmente. Para os pães elaborados com o fermento comercial,  é necessário o uso de conversantes químicos ou semelhantes químicos.

O processo da fermentação aumenta o teor de bactérias benéficas no pão e no intestino. Bactérias do intestino saudável = a corpo feliz.
Além disso, estas bactérias controlam a população de levedura no intestino, de modo que o crescimento de levedura e infecção é menos provável que ocorra.  

A integridade do FN é tão complexa que contém uma série de benefícios em termos de nutrientes. Numa Cultura Natural, você pode encontrar vitaminas B1-B6, B12, folato, tiamina, niacina, riboflavina, vitamina E, selênio, ferro, manganês, cálcio, magnésio, fósforo, zinco, potássio, (alguns deles em quantidades relativamente pequenas) além de em proteínas exclusivamente equilibradas e ácidos graxos.

 Uau! Isto tudo está em contraste com os pães produzidos comercialmente, que mantêm apenas uma fração do seu conteúdo de nutrientes inicial depois de todo o processamento que sofrem.

O pão elaborado com FN feito com leveduras selvagens, bactérias, e farinha de grão inteiro é a forma mais antiga e mais original de pão fermentado.

 Esta realmente é uma arte milenar que é trabalhada em harmonia com a natureza. 

Outra boa razão para optarmos pelos pães de fermento natural é o seu sabor sour. Picante e distinto, que irá, sem dúvida, deixar você querendo outra mordida.

 Qual é o seu motivo favorito para comer pães com fermento natural?

 

Padeiro Gaúcho 2016

VAMOS FAZER PÃES JUNTOS!

SOLICITE A LISTA DE APOSTILA
 PANIFICAÇÃO
ARTESANAL
escreva para:
padeirogaucho@yahoo.com.br




quarta-feira, 22 de março de 2017

PÃO DE CENTEIO RUSSO - RECEITA



Bem meus amigos, aqui vai mais uma receitinha de dar água na boca. Esse pão de centeio é um "estouro" ! O seu sabor é inigualável ! Realmente muito gostoso mesmo!

 Faça para a família ou amigos. É sucesso garantido.
 
PÃO DE CENTEIO RUSSO


 
ingredientes

fermento:    
 500 gramas de água.
3 copos (690 gramas) de farinha de centeio   
40 gramas de fermento natural de centeio   
massa:   
240 gramas de água  
275 gramas de farinha de trigo    
50 gramas de açúcar mascavo
275 gramas de farinha de centeio
4 gramas de fermento biológico
16 gramas de sal  
25 gramas de leite em pó
30 gramas de óleo vegetal

PREPARO
Numa tigela grande misture todos os ingredientes para fermentar uma massa inicial até que fique que liso.  Coloque num lugar quente durante 3 horas, para o amadurecimento da levedura.
Após o procedimento, mexa mais um pouco, cubra e refrigere por 8 horas. 

No dia seguinte, retire o fermento da refrigeração e acrescente os ingredientes restantes. 
Amasse muito bem e deixe fermentar durante 2 horas. Abaixe a massa, divide e coloque em formas de pão oleadas ou enfarinhadas.
Deixe os pães crescerem até dobrarem e asse na temperatura de 190°C por 45 minutos. Retire e deixe esfriar.

Escreva para : padeirogaucho@yahoo.com.br

Solicite as minhas Apostilas de Panificação Artesanal
São um verdadeiro sucesso!
Receitas e Técnicas inéditas e ilustradas
"Vamos fazer pães juntos" 



terça-feira, 21 de março de 2017

FERMENTO NATURAL SEM GLÚTEN - FAZENDO OS SEUS PÃES EM CASA



FERMENTO NATURAL SEM GLÚTEN

VIVENDO UMA VIDA SEM GLÚTEN

PORQUÊ FAZER PÃES SEM GLÚTEN EM CASA?


 
Fazer o pão lentamente, com o uso de um fermento natural (levain) ou esponja, está em alta, mesmo no mundo sem glúten.  O interesse das pessoas tem aumento por esse tradicional método de panificação de pães com levedura natural. Uma das causas é que os pães fermentados lentos são mais saborosos, e seus nutrientes são mais biodisponíveis (mais fáceis para o corpo absorver).

Embora que, muitas pessoas valorizem a salubridade do pão caseiro  fermentado, sem os ingredientes indesejáveis ​​encontrados nos pães processados ​​comercialmente. Assim como, muitas pessoas também apreciam a degradação do glúten que ocorre quando a massa de pão é fermentada lentamente. 
  
A fermentação lenta realmente torna o pão mais digerível. As padarias comerciais atuais usam leveduras de ação rápida para acelerar o aumento dos pães que produzem. Além disso, essas padarias muitas vezes adicionam glúten extra na massa dos seus pães de trigo integral, sob a forma de glúten de trigo vital.

    O glúten de trigo vital auxilia a elasticidade da farinha de trigo integral, que tem uma menor densidade de glúten que a farinha branca. Essas mudanças são relativamente recentes na maneira como o pão é produzido em grande quantidade. De fato, levado a especulação de que a crescente incidência de intolerância ao glúten pode ter mais a ver com a maneira como o pão é feito, ao invés do glúten que ele contém.

Embora os pães sem glúten processados ​​comercialmente, parecem conter menos ingredientes censuráveis ​​do que os pães produzidos comercialmente contendo glúten, eles ainda contêm alguns ingredientes que algumas pessoas podem preferir evitar.

Também temos incentivo adicional para colocar tempo, energia e recursos na panificação do pão. Embora que, o pão caseiro sempre tem um gosto melhor do que o pão produzido comercialmente, as pessoas que comem glúten podem encontrar pães decentes contendo glúten em lojas e padarias em todos os lugares. Elas não têm de assar seu próprio pão para desfrutar de uma fatia agradavelmente caseira.
   
Produzido comercialmente, o pão sem glúten que tem um sabor agradável e boa textura é, no entanto, quase inexistente. Para desfrutar de um pedaço saboroso de pão que também tenha a textura do pão de trigo, só mesmo fazendo o pão em nossa casa.

Felizmente, a lenta fermentação trabalha também para o cozimento do pão sem glúten, como faz para o cozimento do pão de glúten, assim que os povos que comem sem glúten, podem  obterem pães macios, úmidos, saborosos e feitos com um levain.
   
Os "iniciadores" do fermento sem glúten são tão fáceis de começar um pão, assim como os iniciadores daquele que contem glúten. Mesmo que a versão sem glúten do "pão de levain" não têm um miolo arejado, com grandes furos como sua contrapartida do pão contendo glúten, possui um sabor agradávelmente picante e uma maravilhosa textura emborrachada.
   
Mas também como sua contrapartida daqueles pães que contém glúten, os pães fermentados lentamente com o fermento sem glúten, não precisam ser azedos. Algumas medidas, como a adição de bicarbonato de sódio à massa de pão com levain, pode reduzir o nível de sabor azedo no pão.

Na Apostila "Glúten e Lactose Zero," eu ensino você como desenvolver os seus próprios pães e produtos. Além disso, a apostila vem acompanhada com 150 receitas inéditas e imperdíveis. Você fará o fermento natural sem glúten e vários tipos de pães, bolos, biscoitos e tudo que vier na sua cabeça. É o maior barato!

Com mais de 200 páginas, o material está sendo um sucesso no meio médico, nutricionistas, engenheiros de alimentos, etc.

Solicite agora a sua apostila! 

Escreva para
padeirogaucho@yahoo.com.br

Minha página no Facebook

padaria artesanal - fermento natural

"PIONEIRO NA FERMENTAÇÃO NATURAL
NO BRASIL"

"ESSE BLOG É O PRIMEIRO DO BRASIL"